3 maneiras de recrutar constantemente talentos especiais por meio da mídia social

ANÚNCIO

Todos os meses, 288 milhões de pessoas usam o Twitter, 300 milhões usam o Instagram e 890 milhões por dia usam o Facebook. As plataformas sociais, com os maiores públicos disponíveis, tornaram-se plataformas de marketing, e não apenas para roupas e eletrodomésticos. Os gerentes de contratação e recrutadores estão cada vez mais se voltando para a web social para divulgar suas empresas aos candidatos a emprego.

“A contratação social para encontrar candidatos é uma estratégia de recrutamento que está surgindo rapidamente. As empresas estão usando redes sociais e outras plataformas, como GitHub para desenvolvedores de software ou Dribble para designers. No entanto, muitas empresas ainda não entendem como isso é fundamental para seu sucesso.

ANÚNCIO

Nesta nova economia pós-recessão, não existe candidato passivo. Todo mundo é candidato o tempo todo. O desafio é como alcançá-los. A geração Y, especialmente, pensa sobre seu emprego de maneira diferente das gerações anteriores. Eles são como atletas que ingressam em equipes profissionais, permanecendo apenas enquanto o relacionamento beneficiar a ambos.

Não se trata apenas da geração do milênio contando com a web social para encontrar oportunidades, mas também de candidatos a empregos de todos os tipos. Para acompanhar os buscadores, os recrutadores devem compreender e utilizar o social para recrutamento com foco na construção e reforço de sua marca de talentos nesse espaço.

Na Monster, priorizamos a contratação social por meio do Twitter, que é uma das redes sociais de mais rápido crescimento para recrutamento. Em média, mais de 60.000 empregos são tuitados todos os dias na plataforma. Com seu enorme público profissional engajado e acesso altamente público de usuário a usuário, o Twitter está sendo utilizado por cerca de 40% das empresas para buscar talentos.

ANÚNCIO

Outras plataformas também estão sendo usadas para contratação social – 54% dos recrutadores usam Facebook, 8% usam Google+ e YouTube; e 4% agora usam o Pinterest, de acordo com a Society for Human Resource Management.

Os gerentes de contratação e recrutadores experientes estão experimentando maneiras de alavancar a web social para buscar talentos e expor sua marca de empregador. Aqui estão três coisas críticas que todas as empresas já deveriam estar fazendo:

1. Concentre-se em sua marca de talento social

A marca de talentos de uma empresa é como sua missão, visão e cultura corporativa são percebidas na web social. Isso desempenha um papel significativo e muito pouco valorizado na redução do custo de contratação de uma empresa e sua capacidade de atrair candidatos de qualidade.

O Google, por exemplo, faz um ótimo trabalho de branding de talentos. Eles parecem um ótimo lugar para trabalhar e isso se tornou seu maior trunfo na contratação. Certifique-se de que a imagem da sua empresa, em palavras, fotos e vídeos, seja consistente no Twitter, Facebook, Instagram, Pinterest e outras plataformas.

How to Become an Online Entrepreneur - OnBlastBlog
Foto: (Reprodução/Internet)

2. Capacite seus funcionários para evangelizar

A maneira mais eficaz de atrair candidatos para você é ter funcionários espalhando a palavra de que a empresa é um ótimo lugar para se trabalhar. Capacite-os a tweetar e postar no blog sobre seu trabalho e a cultura do escritório, postar fotos no Tumblr da empresa e interagir na página corporativa do Facebook.

De acordo com uma pesquisa de 2014 da Monster, 65% dos entrevistados considerariam uma oportunidade de um novo emprego se soubessem sobre isso por meio de uma conexão pessoal.

3. Cultive uma exposição positiva na web social

Sua empresa deve estar se comemorando ao divulgar uma variedade de conteúdo escrito e visual, como postagens em um blog corporativo ou fotos de eventos e acontecimentos do dia a dia no escritório no Twitter, Instagram e Facebook (com hashtags correspondentes como #officeparty ou #teamouting ) Pode ser uma foto do seu escritório moderno ou um vídeo Vine de seis segundos de uma reunião de equipe recente e barulhenta.

Atualize o que está acontecendo em seu setor e em sua empresa e publique de forma consistente seus empregos disponíveis no Twitter, Facebook e Google+.

Ver também: Como se preparar para a revolução do trabalho

Obviamente, você não será capaz de fazer isso se não tiver uma cultura corporativa em que os funcionários prosperem, mas supondo que sim, você deve falar sobre isso – socialmente. Quanto mais exposição positiva você cultivar para sua empresa na web, mais grandes talentos virão atrás de você.

Traduzido e adaptado por equipe Autônomo Brasil

Fonte: Entrepreneur 

ANÚNCIO