4 coisas a fazer quando sua equipe cresce mais rápido que seus negócios

ANÚNCIO

Para o proprietário de uma empresa, o crescimento rápido pode ser considerado o cenário do “melhor pior caso”. O crescimento é um problema que assola todas as empresas. Se crescer muito devagar, seu negócio pode entrar em colapso. Se crescer muito rápido, a falta de infraestrutura necessária pode ser desastrosa.

Desde o primeiro dia, é importante construir uma empresa com uma missão e visão claras. Sua cultura corporativa se tornará contagiosa entre sua equipe inicial e terá um papel crucial na atração de futuras contratações.

ANÚNCIO

Além das estratégias de remuneração, que se prestam à motivação extrínseca, os funcionários querem se sentir valorizados e intrinsecamente motivados. Os proprietários de empresas devem representar os valores de sua organização e desempenhar um papel crucial em mostrá-los à comunidade. O capital humano é um dos melhores investimentos que um empresário pode fazer.

Embora a maioria do pessoal de RH veja o investimento nos funcionários como difícil, ele pode render dividendos nos próximos anos. Além da capacitação, os colaboradores querem se sentir valorizados e em uma trajetória de carreira.

Mas o que acontece quando sua equipe ultrapassa seu negócio e os funcionários são pegos pela agitação da atividade. Isso leva à incompetência, incoerência e inconsistência entre os membros da equipe. Com essas dores de crescimento, a cultura corporativa também pode se diluir e / ou mudar.

ANÚNCIO

Nesta postagem, vou mostrar o que você deve fazer como empresário para evitar tal situação. Essas estratégias o ajudarão a reter funcionários de alta qualidade ao longo do ciclo de vida de sua empresa.

1. Pagar acima ou par com o mercado

Como proprietário de uma empresa, você precisa do apoio de seus funcionários para manter seu negócio crescendo. Combine isso com o fato de que seus concorrentes estarão procurando caçar seus maiores talentos. Para evitar isso, você precisa pagar bem a seus funcionários.

Isso não apenas garante que eles permanecerão leais a você, mas também os mantém motivados no dia a dia. Embora seja difícil determinar quanto pagar a seus funcionários, sua melhor aposta é avaliar o padrão da indústria e do mercado.

Você pode fazer isso pagando-lhes um valor acima do que a maioria dos empregadores no mercado paga ou, pelo menos, garantindo que seu pagamento corresponda ao de outras empresas no mercado. Os bônus por desempenho tendem a funcionar bem ou, em alguns casos, a participação nos lucros faz com que os funcionários sintam que estão contribuindo para o sucesso da organização como um todo.

2. Definição de freios e contrapesos

Quando sua equipe é pequena, é fácil controlar seus funcionários e atribuir tarefas e responsabilidades a eles. Assim que sua equipe cresce, torna-se uma tarefa hercúlea. Se você não tiver freios e contrapesos, isso pode afetar a produção, a produtividade e o ROI de sua empresa.

Na verdade, sem verificações e balanços adequados em seu negócio, problemas como roubo de funcionários, redução de estoque, violação de cheques e má gestão contábil podem se estabelecer e afetar o crescimento do seu negócio. Além das avaliações de desempenho trimestrais, é importante definir metas semanais para os funcionários. A crítica deve ser construtiva e sem linguagem acusatória desnecessária.

4 Things to Do When Your Team Grows Faster Than Your Business
Foto: (Reprodução/Internet)

3. Motivar os membros da sua equipe

Os funcionários são o maior patrimônio de uma empresa. Sem eles, será difícil manter seu negócio no caminho certo, escaloná-lo ou evitar pesadelos de RH. Portanto, quando você tem uma equipe grande, mantê-los motivados é a maneira infalível de manter o seu negócio seguro. Se você perder esta etapa, terá um conjunto de funcionários passivos que não trabalharão de acordo com a visão e missão da sua empresa, dificultando assim o seu progresso.

Algumas das maneiras de motivar os funcionários intrinsecamente incluem criar um ambiente que os estimule a trabalhar, ter um programa de recompensa funcional e investir em treinamento. Reserve alguns minutos semanalmente para dizer a qualquer funcionário o quanto você os aprecia. Configure uma caixa de sugestões anônimas onde os funcionários podem deixar mensagens sem medo de repercussões.

4. Saber quando saltar

Depois de ter crescido e conquistado uma grande porcentagem de participação de mercado, pode ser hora de considerar a expansão para diferentes áreas e competências essenciais. Isso pode vir de sua própria pesquisa de mercado ou feedback do público em geral.

Considere, por exemplo, as áreas de serviço adicionais que Diamond e Diamond começaram a oferecer quando se tornou um escritório de advocacia de serviço completo. Embora a área de negócios principal oferecesse serviços em lesões corporais, eles perceberam que mais clientes precisavam de ajuda em outras áreas, como testamentos e propriedades ou imóveis.

Ver também: A importância da integridade: agora mais do que nunca

Antes de assumir parcerias de negócios ou pessoal adicional, é importante avaliar se sua proposta de valor pode se traduzir em novos mercados ou consumidores. Neste exemplo, um tipo de defesa dura é útil entre vários tipos de lei.

Conforme você cresce e entrevista novos funcionários, é importante manter um olho constante no que sua empresa representa. A cada contratação, sua cultura corporativa fica vulnerável a mudanças. É fácil ficar preocupado com as várias facetas de seu negócio e confiar que os funcionários têm os melhores interesses em mente.

A responsabilidade recai sobre os ombros dos empresários para garantir que o crescimento constante seja construído sobre uma base de confiança e valorização.

Traduzido e adaptado por equipe Autônomo Brasil

Fonte: Entrepreneur

ANÚNCIO