5 dicas para dominar o Pinterest para empresas

A plataforma de scrapbooking online Pinterest não é apenas para DIYers. Com mais de 70 milhões de usuários, de acordo com a empresa de percepção do consumidor Semiocast, o Pinterest se tornou uma ferramenta valiosa para muitas pequenas empresas que buscam impulsionar as vendas ou se conectar com clientes em potencial.

A empresa de mídia social fechou uma rodada de US $ 225 milhões em financiamento no final de outubro, avaliando o Pinterest em US $ 3,8 bilhões.

Embora o Pinterest tenha a reputação de ser muito voltado para o conteúdo feminino, como roupas femininas ou dicas de decoração para casa, os especialistas dizem que a plataforma tem muito a oferecer a negócios de todos os tipos, de varejistas a prestadores de serviços.

“A maioria das pequenas empresas não faz muito comércio eletrônico, mas ainda há um valor de SEO (ou otimização de mecanismo de pesquisa)”, afirma Greg Sterling, editor do Marketing Land e do Search Engine Land. Por ser ativo na plataforma, Sterling diz que as pequenas empresas podem melhorar suas classificações em motores de busca como Google ou Bing.

No Altimeter Group, que oferece consultoria para empresas que enfrentam interrupções nos negócios, a especialista Susan Etlinger diz que as empresas também podem usar o Pinterest para compartilhar apresentações, white papers, artigos e vídeos. “Tudo o que conta uma história do negócio funciona”, diz Etlinger.

Os especialistas compartilham suas cinco principais dicas sobre como usar o Pinterest de maneira eficaz:

Nº 1: torne seu site amigável com pinos

Os usuários podem “fixar” itens em seus painéis pessoais usando um widget “Fixar” para download. Para encorajar os consumidores a se envolverem com o conteúdo da sua empresa, Etlinger sugere ter um botão “Pin It” em todo o conteúdo do seu site, semelhante aos botões que permitem aos usuários compartilhar conteúdo no Facebook ou tweetá-lo no Twitter.

“Ter o símbolo de fixação é uma ferramenta de inteligência fantástica”, diz Etlinger, porque pode mostrar aos proprietários de negócios qual conteúdo está repercutindo nos espectadores online.

No. 2: Organize seu conteúdo

O Pinterest permite que todos os usuários criem painéis temáticos. Alexis Krisay, sócio da Serendipit Consulting, diz que as empresas devem organizar o conteúdo por tema, tornando mais fácil para outros usuários encontrar e navegar pelo conteúdo.

“Se você é uma loja de decoração para casa, organize os painéis para que você tenha um painel de acessórios para a casa, um painel de sofás e cadeiras e um painel de travesseiros”, diz Krisay.

No. 3: Marque seus pinos

Embora leve mais tempo, os especialistas concordam que vale o esforço adicional colocar a marca nas fotos que são carregadas no Pinterest. “Ao incluir seu logotipo nas fotos, quando os usuários compartilham essa foto, eles estão compartilhando seu logotipo”, diz Krisay.

Etlinger concorda que as empresas devem usar a marca tanto quanto faça sentido. Um logotipo em um canto é um toque sutil, enquanto uma enorme marca d’água sobre a imagem pode desligar alguns Pinadores.

Nº 4: inclua informações amigáveis ​​ao consumidor

Em comparação com outros sites sociais como Facebook ou Twitter, Sterling diz que os usuários do Pinterest abordam a plataforma com uma mentalidade de compras. Para tirar proveito disso, ele e outros especialistas sugerem incluir o máximo possível de informações “amigáveis ​​ao cliente”, descrevendo o produto ou serviço apresentado.

5 dicas para dominar o Pinterest para empresas
Foto: (Reprodução/internet)

“Coloque o máximo de informações detalhadas do produto que puder sem parecer muito ou difícil”, aconselha Etlinger. Com base em experiências reais de clientes, Krisay diz que tem um cliente corretor de imóveis que começou a incluir informações sobre as casas que estava exibindo (preço, número de quartos e banheiros, etc.) e dobrou o número de leads diretos em seu site.

Nº 5: Envolva a comunidade

Krisay aconselha seus clientes a passarem aproximadamente uma hora por dia nas redes sociais, dividindo o tempo entre várias plataformas como Pinterest, Twitter e Facebook. Além de fazer upload de novas fotos de inventário, os especialistas dizem que os proprietários de empresas devem procurar se tornar ativos na comunidade online.

“Não siga as pessoas para obter seguidores”, diz Sterling, “mas esteja ativamente envolvido de forma sincera”.

Veja também: O lado negro dos descontos

Isso pode incluir repining conteúdo que seja relevante para seus fóruns, respondendo a perguntas de usuários sobre seus itens ou comentários sobre o conteúdo de outros usuários. “Pense nisso como uma forma de criar um relacionamento mais amplo e rico com clientes e amigos atuais e potenciais”, diz Etlinger.

Traduzido e adaptado por equipe Autônomo Brasil

Fonte: Entrepreneur