5 métricas de SEO que você não precisa ficar obcecado

A otimização de mecanismos de pesquisa (SEO) às vezes pode se concentrar muito em métricas, resultando em uma série complexa de medições e cálculos que fornecem poucos dados significativos sobre o sucesso de um site.

Medir sua taxa de conversão ou o número das 10 primeiras classificações pode dizer muito sobre o desempenho de seu site. Ficar obcecado por sua influência social, por outro lado, não é tão produtivo.

As cinco métricas de SEO comumente rastreadas a seguir, por exemplo, não dizem muito sobre o desempenho do seu site. Portanto, se você estiver se sentindo oprimido pelo número de métricas que está monitorando, considere cortá-las totalmente de seu processo de coleta de dados.

1. Barra de ferramentas PageRank

Muitos proprietários de sites que vivem e morrem pelo PageRank da barra de ferramentas – a pontuação que aparece nos plug-ins e extensões da barra de ferramentas projetadas para fornecer dados de SEO – embora o porta-voz do Google, Matt Cutts, tenha considerado essa métrica irrelevante.

Embora os servidores do Google executem algoritmos de atualização de PageRank que determinam quanta autoridade os sites devem receber em relação uns aos outros, eles apenas divulgam essas pontuações para o público em geral algumas vezes por ano. Como resultado, o número exibido pelas ferramentas de SEO da barra de ferramentas pode estar terrivelmente desatualizado, tornando a métrica sem sentido.

Por suposto, verifique a sua barra de ferramentas PageRank de vez em quando. Uma redução significativa pode ser uma indicação de que o Google detectou e penalizou atividades indesejáveis ​​em seu site. Mas quando se trata de gerenciamento regular de métricas de SEO comuns, você pode deixar este de fora da lista.

2. Top 30 classificações

Alguns webmasters medem seu sucesso de SEO pela quantidade de vezes que seus sites aparecem nos primeiros 30 resultados do Google para suas frases de pesquisa-alvo. Mas a porcentagem de usuários de pesquisa natural que navegam além da primeira página de resultados é tão pequena que essa métrica é quase sem sentido.

Em vez disso, concentre-se nas 10 primeiras classificações. Chegar na primeira página de resultados do mecanismo de pesquisa é realmente a única maneira de aumentar a exposição de sua empresa.

3. Compartilhamento de mídia social

Os sinais de mídia social desempenham um papel no SEO do seu site porque os algoritmos de classificação do Google e do Bing atualmente levam em consideração os compartilhamentos de links e a autoridade relativa dos compartilhadores.

Mas há uma grande diferença entre publicar conteúdo que atrairá esses sinais sociais e ficar obcecado dia após dia sobre exatamente quantos “likes” no Facebook ou “re-tweets” do Twitter você atraiu.

5 métricas de SEO que você não precisa ficar obcecado
Foto: (Reprodução/Internet)

Realisticamente, se o seu site tem 50 “curtidas” ou 500, não é tão importante para o desempenho de sua pesquisa natural quanto focar em outros aspectos de sua estratégia de marketing – como a eficiência de conversão do tráfego de referência de mídia social em compradores ou assinantes de boletins informativos .

Verifique os compartilhamentos sociais de seu site de vez em quando para garantir que eles estão tendendo na direção certa, mas não perca tempo se preocupando com mudanças mínimas em seus números.

4. Visitantes diários

É claro que o tráfego do site é importante, mas saber o número de visitantes diários que chegam ao seu site em um determinado ponto não faz muita diferença. Pense nisso: não importa se o seu site recebe 100 ou 100 milhões de visitantes por dia, a menos que você tenha um método para determinar quantos estão se convertendo em assinantes ou compradores.

Se você não implementou uma estratégia de otimização da taxa de conversão, não há motivo para se preocupar em atrair mais assinantes, porque você não pode garantir que seus esforços serão recompensados ​​com o aumento da receita.

Em vez de determinar se você atraiu alguns visitantes a mais para o seu site hoje do que ontem, concentre-se em como e quando as conversões estão ocorrendo. Então, sinta-se à vontade para rastrear o fluxo de tráfego – e conversões – o quanto quiser.

5. Influência social

Sites como Klout e PeerIndex têm surgido recentemente na tentativa de quantificar a autoridade relativa de indivíduos e marcas em qualquer setor. Algumas pessoas se envolvem em rastrear essa métrica e tentar aumentar suas pontuações, mas não consigo pensar em uma maneira pior de perder seu tempo.

Veja também: O pode de mudar comunidades

Embora serviços como esses possam ter potencial no futuro, eles atualmente nada mais são do que concursos de popularidade online. Em vez de perder tempo tentando vencer essas disputas superficiais, concentre-se nas áreas de seu negócio que realmente melhorarão seus resultados financeiros.

Traduzido e adaptado por equipe Autônomo Brasil

Fonte: Entrepreneur