As novas regras de brainstorming

ANÚNCIO

Você já ficou preso em uma sessão de brainstorming? Você sabe, um ambiente aberto e envolvente onde as pessoas podem discutir ideias em um lugar seguro, livre de qualquer feedback negativo.

Tradicionalmente, o brainstorming tende a seguir algumas regras padrão:

  • Não existem ideias idiotas
  • Não critique as ideias de outras pessoas
  • Baseie-se nas ideias de outros
  • Foco na quantidade, não na qualidade

No entanto, apesar de sua ampla adoção, o brainstorming realmente não funciona. Na melhor das hipóteses, facilita o raciocínio do grupo e a simplicidade toma toda a criatividade do grupo e a mede. É raro que um processo de brainstorming clássico forneça qualquer inovação real, e essas visões são bastante difundidas.

ANÚNCIO

O motivo pode parecer contra-intuitivo, mas é porque as regras do brainstorming tradicional vão contra a intenção do brainstorming. O brainstorming deve facilitar a inovação ao fornecer um fluxo livre de ideias. Toda ideia merece uma chance de ser explorada, mas às vezes alguns conceitos morrem na chegada.

Outras vezes, os membros de uma sessão de brainstorming podem ter um grande insight sobre por que um determinado conceito pode não funcionar.

Isso não significa que o brainstorming precisa ser descartado, apenas que as regras precisam ser ligeiramente alteradas. Aqui está minha humilde sugestão sobre como modificar as regras do brainstorming tradicional para obter o máximo de seus esforços:

ANÚNCIO
  • Foco em resultados e impacto
  • Deixe seu ego na porta
  • Sinta-se à vontade para desafiar ideias
  • Esteja preparado para defender seu conceito
  • Sempre separe uma má ideia de uma boa pessoa

Foco em resultados e impacto

O brainstorming normalmente ocorre quando um grupo está tentando resolver um desafio ou aproveitar uma oportunidade. Sempre tenha isso em mente. Tangentes e conversas laterais podem ser úteis para estimular o pensamento não lateral, mas a conversa deve sempre ser voltada para como uma ideia ou conceito pode avançar no curto prazo.

Deixe seu ego na porta

Se você seguir a primeira regra, esta segunda regra deve ser relativamente fácil de lembrar. Brainstorming é uma atividade em grupo. Não é um reality show onde você é a estrela, e se você está focado em entregar resultados e impacto, então você deve se separar da equação e pensar em como a equipe pode atingir o objetivo acima.

The New Rules of Brainstorming
Foto: (Reprodução/Internet)

Sinta-se à vontade para desafiar ideias

Algumas ideias são ótimas, mas falham na implementação. Outros parecem rebuscados, mas oferecem resultados surpreendentes. É normal desafiar ideias e recuar quando um conceito parece fraco. Isso não precisa ser um confronto (na verdade, nunca deve ser um confronto), mas avançar em um conceito ajuda a refiná-lo e torná-lo mais forte.

Esteja preparado para defender seu conceito

As ideias são tão valiosas quanto sua execução e, muitas vezes, a falta de propriedade e / ou comprometimento é o que faz com que um conceito desmorone. Se você tem uma ideia ou conceito que deseja compartilhar e alguém o desafia, esteja preparado para defender o conceito que você apresentou.

Se você, como criador do conceito, não se preocupa em defendê-lo, que chance ele tem de ter sucesso em sua organização? Melhor deixar uma ideia órfã morrer em debate do que sugar lentamente tempo e recursos antes de entrar em coma.

Sempre separe uma má ideia de uma boa pessoa

Brainstorming é um processo criativo e inovador. Deve despertar um pouco da sua criatividade e paixão interiores. Às vezes, essas paixões podem ser intensas, especialmente quando se trata de desafiar e defender ideias. Nesses casos, é sempre importante separar a ideia da pessoa por trás da ideia. Só porque um conceito é ruim, não significa que a pessoa por trás desse conceito não seja boa.

Ver também: 7 maneiras de reacender sua centelha criativa 

Isso não tem como objetivo servir como um guia definitivo para brainstorming ou inovação. Literalmente, não há limite para o quão longe e amplo o processo de ideação pode ir, mas com alguns princípios simples em vigor, a maioria das empresas pode transformar reuniões tradicionais de pensamento de grupo e revirar os olhos em sessões inovadoras, genuínas e honestas.

Traduzido e adaptado por equipe Autônomo Brasil

Fonte: Entrepreneur 

ANÚNCIO