Para que serve e benefícios da Jurubeba em conserva

A jurubeba em conserva, tem muitos benefícios para a saúde se for consumida moderadamente, também é uma boa maneira de aumentar a energia, promover o bem-estar e proteger o corpo contra doenças.

Para que serve a Jurubeba em conserva?

O fruto em conserva é muito utilizada no Brasil para tratar febres, anemia, erisipela, hepatite, distúrbios do fígado e do baço, tumores uterinos, síndrome do intestino irritável, gastrite crônica e problemas digestivos, como digestão pobre, inchaço e flatulência.

A Jurubeba em conserva é um alimento muito comum aqui no Brasil para ressacas e alívio dessa sensação que você tem quando você comer demais.

Também é usado às vezes externamente em cataplasmas para curar feridas e úlceras. As peças utilizadas do fruto são as folhas, frutas e raízes.

Outros usos tradicionais registrados da Jurubeba em conserva são eliminar os parasitas internos e reduzir a flatulência.

É suposto ser um diurético, ajudar em problemas respiratórios e também para limpar obstruções nos órgãos internos.

como fazer jurubeba em conserva

Como fazer a Jurubeba em conserva?

Para fazer a Jurubeba em conserva separe os frutos e lave-os.

Coloque água para ferver, uma quantidade que cubra metade das Jurubebas.

Quando a água estiver a ponto de abolir, coloque as o fruto e desligue o fogo.

Deixe-as cozinhar por aproximadamente 2 minutos com o fogo desligado.

O próximo passo é só colocar as Jurubebas em um vidro junto com a água e acrescentar vinagre de álcool de forma que cubra o fruto.

Após isso acrescente sal a gosto, pimenta e os temperos de sua preferência.

Deixe a Jurubeba em conserva descansar por no mínimo 3 dias. Ela pode ser consumida nas principais refeições do dia com comida.

Leia também:

Para que Serve a Jurubeba? Veja aqui alguns dos benefícios

 

Princípios Ativos?

A Jurubeba em conserva possui:

  • resinas (juribina e jurubepina),
  • alcalóides (solamina, solanidina, solasodina),
  • ácidos graxos,
  • esteróides nitrogenados,
  • esteroidais nitrogenados (paniculina, jurubina),
  • agliconas (isojurubibina,
  • isopaniculidina,
  • isojurupidina e jurubidina),
  • ácidos orgânicos, g
  • licosídeos (paniculoninas A e B),
  • mucilagens,
  • saponinas e princípios amargos.

 

Propriedades medicinais:

Anti-inflamatória carminativa, colagoga, descongestionante, digestiva, diurética, emenagoga, cicatrizante, estomáquica, febrífuga, desobstruente do fígado e do baço, hepatoprotetora, hepatotônico, tônica.

A Jurubeba em conserva sempre é antidiabética, aperientes, desobstruentes, colagogos, antianêmicos, diuréticos, febrífugos, anti-hidrópicos, amargos e tônicos; aperiente, colagogo, depurativo do sangue, digestivo, diurético, estimulante, laxante, tônico.

 

Aviso importante

Existem efeitos da Jurubeba em conserva em algumas pessoas que devem ser levados em consideração.

Em primeiro lugar, a solasodina fitoquímica contida na planta e outros na família da palmeira tem sido demonstrada em alguns estudos.

Para reduzir a contagem de esperma e ter um efeito anti-fertilidade no sexo masculino.

Também mostrou diminuir a pressão arterial, bem como estimular o coração.

Ela estimula as funções digestivas e reduz o inchaço do fígado e do baço.

É um bom remédio contra hepatite crônica, febre intermitente, tumores uterinos e hidropisia.

 

Para finalizar

No entanto, esses usos tradicionais não foram corroborados pela pesquisa, apesar das alegações em contrário.

A pesquisa parece mostrar que a planta é um bom tratamento para úlceras no estômago e distúrbios gástricos, levando ao menos alguns dos seus usos tradicionais.

Se for consumida moderadamente a Jurubeba em conserva não faz mal.

 

Vídeo | Receita de como fazer conserva de jurubeba caseira

https://youtu.be/cHTlP4fZHRk

Participe! Deixe abaixo seu comentário:

       

Deixe um comentário

*