Como funciona o Transplante Capilar e o antes e depois em vídeo

Para mulheres e, principalmente homens, que começam a apresentar queda capilar, transplante é a última saída para conter a situação.

Mas há muitas dúvidas sobre o procedimento, quem pode fazer, seus efeitos e consequências, e nem sempre as respostas são fáceis de encontrar.

O transplante capilar é feito com o cabelo da pessoa que passará pelo procedimento. Já no implante capital é usado enxertos de fios artificiais.

Como é Feito um Transplante Capilar

transplante capilar preço

O transplante capilar, também conhecido como micro transplante, é a melhor solução contra a calvície e também a mais cara. Ela é razoavelmente simples, já que a cirurgia plástica tira fios de outras partes do couro cabeludo do paciente e transplanta no próprio, onde há falta de cabelo na cabeça.

O hormônio da testosterona é o grande vilão da calvície, já que a região frontal do couro cabeludo acaba sendo seu receptor. Como o couro cabeludo tem origens embriológicas diferentes, quando cabelos da região lateral são transplantados na frontal, eles carregam essas origens, que impedem sua rejeição e ação hormonal.

Esse tipo de transplante é tão bem-sucedido que os cabelos nunca cairão, a não ser em situações como quimioterapia ou alopecia cicatricial.

O transplante capilar passou por várias evoluções durante o tempo, já que no começo eram feitos enxertos de tufos de cabelos com média de 20 fios. Como eram colocados bem espaçados e terem folículos separados, tinham um aspecto artificial, como cabelos de boneca.

Hoje, a retirada dos fios é feita em um corte em formato de faixa, onde os fios são separados e transplantado fio a fio, dando um visual mais natural possível. O tamanho da faixa a ser retirada depende da dimensão do couro cabeludo e sua elasticidade.

Veja também:

 

Outra alternativa de transplante

Outra forma atual de transplante é a retirada de um fio de cada vez, sem a necessidade de cortes. Essa técnica se chama FUE, que em português é Extração da Unidade Capital. Esse procedimento não causa cicatrizes visíveis. Já o outro tipo de transplante pode deixar pequenas cicatrizes, mas que mesmo para um profissional ficam difíceis de serem identificadas. Em alguns casos, as duas técnicas são usadas para terem um resultado ainda mais natural.

Mas para que uma dessas formas de transplante aconteça corretamente, é importante buscar um profissional realmente habilitado e que seja capaz de realizar o procedimento de forma correta. Conferir as referências e métodos do profissional é um bom recurso.

Para realizar o procedimento, o paciente é sedado e recebe anestesia local, que não sente nenhum tipo de dor. A cirurgia demora cerca de seis a oito horas e é indicado analgésicos para dores no local.

 

Quem Pode Fazer Transplante Capilar

O primeiro ponto é conferir se o paciente possui áreas no couro cabeludo que possam ser doadoras. Pessoas que tenham tido infarto, arritmia cardíaca e outros problemas de saúde também não podem passar pelo procedimento.

Tanto o transplante por faixa como o FUE são indicados em pessoas com calvície menos intensa. Quando o paciente já está num estágio elevado de calvície, há a possibilidade de recorrer a outros fios pelo corpo como o do tórax, porém sem causar o mesmo efeito harmonioso.

 

Vídeo | Transplante Capilar Antes e depois

https://youtu.be/VepciXD7J00

Participe! Deixe abaixo seu comentário:

       

Deixe um comentário

*