Como se Identificar: Uma Introdução

Os empreendedores sempre estiveram focados em construir as marcas de suas empresas, e por um bom motivo. De que outra forma as pessoas saberiam que eles existem, o que oferecem e até mesmo onde estão localizados. Alguns empreendedores investem em caras empresas de relações públicas, na esperança de obter publicidade nos principais meios de comunicação.

Outros, como empreendedores bootstrapper, usam táticas de marketing de guerrilha para gerar interesse quase sem orçamento. Vivemos em um mundo onde consumidores e jornalistas procuram se conectar diretamente com empreendedores e ouvir suas histórias. Não se trata apenas do que sua empresa faz, mas por que você a iniciou, seu propósito e sua visão.

As tecnologias sociais, como blogs, Facebook e Twitter, permitiram que os empreendedores se tornassem conhecidos, se conectassem diretamente com seu público e construíssem relacionamentos em escala global. Como empresário, você precisa se tornar a marca.

1. Torne-se um especialista em algo relacionado ao seu negócio

Os empreendedores que buscam atrair a atenção da mídia, atrair novos clientes e construir seus negócios devem se concentrar em se tornar um especialista em seu campo. Por exemplo, Alexa von Tobel, CEO da Learnvest.com, se autodenomina uma especialista em finanças pessoais para jovens.

Como resultado, a Fox Business, o New York Times e outros meios de comunicação entrevistaram Alexa, o que proporciona exposição para sua empresa. Evite estabelecer uma especialização que seja irrelevante para sua missão, objetivos e visão corporativa, porque você estará desperdiçando seu tempo. Se você possui uma gravadora, provavelmente não é aconselhável considerar-se um especialista em nutrição.

2. Crie um site ou blog com seu nome completo

A mídia e seus clientes usam mecanismos de pesquisa para pesquisar você, se conectar com você e, potencialmente, fazer negócios com você ou entrevistá-lo. É por isso que você precisa comprar seu nome completo como um nome de domínio (yourfullname.com).

Ao desenvolver um site estático ou um blog com o seu nome de domínio, você terá o primeiro resultado para o seu nome no Google e em outros mecanismos de pesquisa. Este deve ser um site diferente do site da sua empresa. Depois de comprar seu nome de domínio, adicione sua foto, uma biografia, seu endereço de e-mail e links para o restante de sua presença online (por exemplo, Facebook, LinkedIn, Twitter).

Dessa forma, as pessoas podem entrar em contato com você pelo meio de sua escolha. Reivindique seu nome antes que outra pessoa o faça.

Como se Identificar: Uma Introdução
Foto: (Reprodução/Internet)

3. Aprenda a ser uma boa fonte

Descubra quais fontes de mídia seu público lê, ouve ou assiste, pesquise os tipos de conteúdo que eles fornecem e localize o porteiro exato para apresentar. Você ou o seu publicitário também podem enviar e-mail aos jornalistas e editores em resposta a um de seus artigos, com uma observação de que você está disponível para comentar artigos futuros.

Se e quando um jornalista mandar um e-mail ou ligar para você para uma entrevista, responda com pressa porque normalmente eles estão dentro do prazo para suas matérias. Responda às perguntas deles cuidadosamente, certificando-se de transmitir sua mensagem.

Ao ser entrevistado pela mídia, você sempre poderá divulgar sua empresa por meio de sua assinatura, o que ajudará a construir a sua marca e a da sua empresa. Assim que a entrevista for concluída, envie um e-mail de acompanhamento perguntando se eles têm mais perguntas e certifique-se de incluir sua biografia e sua foto.

4. Gere conhecimento da marca por meio de networking

Você deve se conectar com outros empreendedores em seu setor usando redes sociais, como Sprouter.com, e comentando em seus blogs. Networking é uma das melhores maneiras de se tornar conhecido em seu setor. Ao formar relacionamentos com as pessoas de seu público, você pode expandir seus negócios e sua marca a longo prazo.

As quatro regras de networking que você deve manter em mente são mutualismo, doação, direcionamento e reconexão.

  • Mutualismo: você deve criar relacionamentos ganha-ganha nos negócios, certificando-se de não se beneficiar mais do que a outra parte.
  • Dar: Ajude alguém, antes de pedir qualquer coisa em troca. Isso faz com que as pessoas queiram apoiá-lo.
  • Segmentação: você deseja ser muito específico com os tipos de pessoas com as quais faz networking, a fim de economizar tempo e atrair as pessoas certas para sua marca.
  • Reconectando: Nunca perca o contato, dessa forma os contatos de rede lembrarão de você quando novas oportunidades surgirem.

Veja também: Como ser notado em mundo barulhento

Hoje em dia, marcar sua empresa não é suficiente. O mundo quer ouvir o que você tem a dizer, se você não estiver construindo sua própria marca, sua empresa sofrerá. Se você deseja que sua empresa tenha sucesso, torne-se um especialista em sua área, reivindique um site com seu próprio nome de domínio, conecte-se com a mídia e construa relacionamentos com seu público.

Traduzido e adaptado por equipe Autônomo Brasil

Fonte: Entrepreneur