Defina sua marca com foco e flexibilidade

Muitas vezes, é muito difícil para os proprietários de pequenas empresas definirem quem são. Por natureza, eles querem ser tudo para todas as pessoas. Eles ganham a vida agradando as pessoas. Mas é extremamente importante definir o tipo de negócio em que você está para posicioná-lo adequadamente para seus clientes. Se você não consegue descrever sua empresa, não pode esperar que seus clientes se envolvam com ela.

Definir o seu negócio não é tarefa fácil, entretanto. Há um equilíbrio delicado que você precisa encontrar para ser definitivo e flexível ao mesmo tempo.

Seja definitivo. Você precisa ser específico sobre o que faz, com base nas habilidades que desenvolveu como organização. Quanto mais específico você for, mais seus clientes começarão a entender o que você pode oferecer a eles. Isso pode forçá-lo a escolher o que você faz melhor, mas é uma história que você deve seguir.

Seja flexível. Você também precisa definir seu negócio com alguma flexibilidade incorporada. O mundo dos negócios está em constante mudança, com as necessidades de seus clientes conduzindo a maioria dessas mudanças. A forma como você define seu negócio precisa ser flexível o suficiente para mudar junto com seus clientes, evoluindo para acompanhar a velocidade com eles.

Defina sua marca com foco e flexibilidade
Foto: (Reprodução/Internet)

Compreendendo a diferença. O equilíbrio e a arte do posicionamento da marca vêm de caminhar na linha tênue entre ter uma definição precisa de seu negócio e outra que pode mudar com flexibilidade conforme você achar necessário.

Por exemplo, eu presumiria que a Amtrak definiu sua marca como sendo no negócio de transporte ferroviário de passageiros. Digo isso porque, como cliente, vejo a marca como sendo uma definição muito restrita. Presumo isso porque não vimos a marca se estender a outras formas de transporte, como muito bem poderia ter feito ao longo dos anos.

Talvez se a Amtrak definisse seu negócio como “transporte”, veríamos ele entrar em outras formas, como ônibus, serviços de automóveis, aviões, etc., ou no negócio de ferrovias comerciais, se tivesse construído alguma flexibilidade em sua definição. Mas, em vez disso, optou por manter o foco no negócio de ferrovias de passageiros.

Por outro lado, Walt Disney não definia seu negócio meramente como filmes e, ao longo dos anos, sua empresa não se limitou apenas a personagens de desenhos animados. Ao capturar de forma mais ampla o “entretenimento” como seu negócio principal, a empresa conseguiu abrir parques temáticos de marca, lojas de mercadorias exclusivas e vários canais de televisão.

Veja também: Você está enganando seus clientes?

Ao olhar para o seu negócio e sua marca, você precisa encontrar um equilíbrio adequado entre ser definitivo e ser flexível, de forma que possa maximizar a clareza de sua marca e maximizar as oportunidades em seu negócio.

Traduzido e adaptado por equipe Autônomo Brasil

Fonte: Entrepreneur