Empreendedorismo – A diferença entre faturar e lucrar

ANÚNCIO

Quando alguém pensa em abrir seu próprio negócio a primeira coisa que se planeja é qual produto será vendido para conseguir fazer dinheiro com aquilo, certo? Neste momento é importante lembrar que nem sempre um faturamento alto será sinônimo de bons lucros.

Por mais que essas duas palavras possam ser usadas, de forma errada, para representar a mesmas coisa, na prática elas acabam tendo funcionalidades bem diferentes e entender isso é bem importante para um negócio.

ANÚNCIO

Saber a diferença entre faturar e lucrar é o primeiro passo para entender como calcular o preço de venda dos produtos. Então esse é um assunto que precisa ser estudado antes de abrir um empreendimento.

Empreendedorismo - A diferença entre faturar e lucrar
Fonte: (Reprodução/internet)

Pensando na importância deste assunto, veja no vídeo o que pode ser útil na hora de aprender a calcular um preço certo para o produto.

Entendendo o faturamento

Para entender melhor a diferença entre esse dois termos é importante saber o que cada um significa, certo? Então pode-se começar pelo faturamento que nada mais é do que o valor total adquirido com as vendas em um período específico. Então, todo o valor que for obtido com a venda de algum produto é considerado o faturamento.

ANÚNCIO

Muitos empreendimentos costumam fazer esse balanço mensalmente para ter um controle de quanto foi arrecadado naquele período de vendas do seu negócio.

Ou seja, se é uma empresa de celulares vendeu 100 aparelhos em um mês, que custam em média o valor de R$ 1.000, naquele período seu faturamento será de 10.000 reais. Perceba que esse não pode ser considerado o valor de lucro da empresa por ser um faturamento bruto.

Como calcular o lucro

O lucro, por sua parte, é a diminuição das despesas de um negócio em relação a todo o faturamento alcançado. Ou seja, tudo o que for gasto com as seguintes despesas deve ser considerado.

  •  funcionários
  • materiais
  • mão de obra
  • aluguel
  • propagandas
  • e outros custos

Todos esses gastos precisam ser diminuídos do valor de faturamento para chegar no lucro. Só é possível chegar a um valor de lucro específico depois que todas as contas estiverem pagas e aí será levado em conta o que sobrar no caixa aquele mês.

Vamos exemplificar essa conta usando o caso já mencionado. Suponhamos que o gasto para comprar cada telefone tenha sido de R$ 600 se foram vendidos 100 aparelhos o gasto já foi se R$ 6.000, mas ainda teve R$ 300 gastos com marketing e R$ 400 de imposto.

Vemos que o valor total de gastos foi de R$ 6.700 para vender as 100 unidades, então tirados do valor total faturado restam ao comerciante R$ 3.300 de lucro. Nesse exemplo não constam os gastos com funcionários e aluguéis.

Vídeo para calcular o preço certo para o produto

 

Depois de esclarecer a grande diferença entre lucro e faturamento será muito útil entender um pouco mais sobre como calcular o valor final do produto levando todos esses fatores em consideração, certo? O intuito do vídeo acima é exatamente esse.

Espera-se que após visualizar todo esse conteúdo o empreendedor consiga fazer todas as contas necessárias antes de embarcar na aventura de abrir um negócio próprio.

ANÚNCIO