Esta ‘regra’ pode ajudar a revelar sua criatividade

ANÚNCIO

Paul Erdos era um homem estranho. Ele vivia com duas malas, nunca aprendeu a preparar suas próprias refeições, trabalhava até 19 horas por dia, tomava anfetaminas diariamente e as engolia com cafeína e dava quase todo o dinheiro que ganhava.

Erdos também foi o matemático mais prolífico do século XX. Ele escreveu ou foi coautor de mais de 1.500 artigos matemáticos durante sua carreira e fez parceria com mais de 500 colaboradores diferentes. Como seria de esperar, suas contribuições para a matemática foram significativas.

ANÚNCIO

Erdos resolveu uma série de problemas difíceis. Ele elaborou uma prova para o teorema dos números primos. Ele liderou o desenvolvimento da teoria de Ramsey. Ele descobriu a prova para um difícil enigma matemático conhecido como postulado de Bertrand. Para encurtar a história, Erdos era bom. Ele trabalhou duro e avançou no campo da matemática por causa disso.

E, no entanto, você sabe o que aconteceu com a grande maioria de seus 1.500 artigos e papéis?

Nada. Eles já se foram. Esquecido. Escondido nos arquivos de um antigo diário de pesquisa ou arquivado em uma caixa no fundo do armário de algum amante da matemática. E é por isso que a história de Paul Erdos é talvez o melhor exemplo do que é conhecido como a regra das probabilidades iguais.

ANÚNCIO

Vamos falar sobre o que essa regra significa e como ela pode ajudá-lo a descobrir seu talento criativo.

A regra das probabilidades iguais

Em 1977, um psicólogo formado em Harvard, chamado Keith Simonton, desenvolveu uma teoria que chamou de Regra de Probabilidades Iguais.

“A regra de igualdade de chances diz que a publicação média de qualquer cientista em particular não tem nenhuma chance estatisticamente diferente de ter mais impacto do que a publicação média de qualquer outro cientista.” Em outras palavras, qualquer cientista tem a mesma probabilidade de criar um trabalho revolucionário e de criar algo mediano que seja rapidamente esquecido.

Traduzido para o mundo em geral: você não pode prever seu próprio sucesso. Cientistas, artistas, inventores, escritores, empreendedores e trabalhadores de todos os tipos têm a mesma probabilidade de produzir um projeto inútil e importante.

Se você acredita na regra de probabilidades iguais, a conclusão natural é que você está jogando um jogo de números. Como você não pode prever seu sucesso, a melhor estratégia é produzir o máximo de trabalho possível, o que fornecerá mais oportunidades de acertar o alvo e criar algo significativo.

The Not so Glitz and Glam Side of an Entrepreneur - BeFast.TV
Foto: (Reprodução/Internet)

Eu vi a regra de probabilidades iguais em jogo em meu próprio trabalho a cada mês. Escrevo novos artigos toda segunda e quinta-feira. Eu sei que se eu escrever um novo artigo todas as segundas e quintas-feiras, então serão cerca de 8 ou 9 artigos por mês em média. E se eu escrever 8 ou 9 artigos por mês, 2 ou 3 deles serão decentes.

Quais 2 ou 3 serão os vencedores? Eu não faço ideia.

Depois de seguir esse cronograma por quase dois anos, tornou-se muito claro para mim que sou um péssimo juiz de meu próprio trabalho. Tudo o que posso fazer é dar o meu melhor a cada vez, comprometer-me a fazer um volume de trabalho e confiar que se eu seguir o processo, algo útil vai encontrar o caminho de minhas mãos para o teclado.

Ver também: Por que fazer os outros se sentirem importantes o deixará mais feliz e bem-sucedido 

A vontade de criar lixo

Paul Erdos sabia de algo que todos os grandes criadores acabam descobrindo: o gênio criativo só se revela depois de você ter aparecido o suficiente para tirar as ideias comuns do caminho. Vez após vez, problema após problema, Erdos continuou trabalhando em seu ofício. 1.500 artigos depois, descobri que ele tinha algumas ideias muito boas.

Se você deseja extrair seu gênio criativo e fazer a diferença, abraçar a ideia por trás da Regra de Probabilidades Iguais é uma estratégia útil. Às vezes você criará algo bom. Às vezes, você criará algo inútil. Mas não importa o que aconteça, você deve sempre criar.

Se você quer fazer uma obra-prima, precisa estar disposto a criar um pouco de lixo ao longo do caminho.

Traduzido e adaptado por equipe Autônomo Brasil

Fonte: Entrepreneur

ANÚNCIO