MEI – Saiba o passo a passo para formalizar o seu negócio

ANÚNCIO

Trabalhar por conta própria é uma prática que vem crescendo muito hoje em dia. Por conta da falta de oportunidade no mercado de trabalho e insatisfação nos empregos, os cidadãos começaram a pensar em investir em negócios próprios para conseguirem se sustentar.

No tentando, ter uma empresa não é uma tarefa nada simples. É por isso que o MEI começou a ganhar visibilidade, já que essa é uma forma de conseguir ter um CNPJ sem precisar se preocupar com grandes burocracias.

ANÚNCIO

O mais interessante, é que o processo para se tornar um MEI pode ser bem simples, basta seguir alguns passos e em questão de horas seus negócios podem estar formalizados com um CNPJ disponível.

MEI - Saiba o passo a passo para formalizar o seu negócio
Fonte: (Reprodução/internet)

Quer aprender a ser um MEI? Então, continue por aqui e veja como esse processo pode ser simples.

Benefícios para quem é um MEI

De acordo com o Sebrae, organização que fez uma pesquisa com os Microempreendedores Individuais – MEI, 78% dos entrevistados contaram que formalizar a empresa os ajudaram a vender mais.

ANÚNCIO

Como o processo de formalização é bem simples, ele pode trazer outros benefícios, como os que vamos mencionar a seguir.

  • Te um CNPJ;
  • Consegui empréstimo em instituições financeiras, para microempreendedores;
  • Será possível emitir nota fiscal;
  • Ter direito a auxílio doença;
  • Poder receber um salário maternidade;
  • Receber a pensão por morte ou auxílio por reclusão;
  • E ainda ter direito a aposentadoria por invalidez ou idade.

Vale lembrar, que para conseguir ser um MEI só é permitido que a pessoa fature até 81 mil reais por ano. Caso o valor seja mais alto, o empreendedor precisa abrir uma empresa formal e não um microempreendimento.

Passos para se tornar um MEI

Agora que já ficou claro alguns benefícios que se pode ter ao formalizar uma empresa, veja abaixo quais são os passos necessários para conseguir se tornar um MEI.

Esteja informado

O primeiro passo é estar informado sobre todas as normas que o governo exige para que a pessoa se torne um MEI. Existem algumas atividades específicas que são permitidas e outras que não são, então é preciso estar atento.

Um boa maneira de visualizar tudo isso é entrando no Portal do Empreendedor e visualizando a lista com todas as atividades que são permitidas. Além disso, caso seja necessário, consulte a prefeitura do município onde pretende abrir seu negócio, para evitar problemas futuros.

Faça o cadastro

Assim que todas as informações já estiverem claras, deve-se fazer o cadastro no site oficial do governo. Após acessar o site gov.br, crie uma conta no portal e em seguida vá para cadastrar como MEI, seguindo os passos abaixo:;

  1. Comece a fazer seu cadastro com alguns dados pessoais como CPF, data de nascimento, título de eleitor e comprovante da última declaração de renda;
  2. Em seguida cadastre um nome fantasia para sua empresa;
  3. Depois escolha a atividade que irá exercer como MEI;
  4. Agora é necessário colocar um CEP residencial e outro de onde a empresa irá funcionar;
  5. Logo em seguida será preciso concordar com alguns termos e declarações;
  6. E por fim basta confirmar o cadastro com um código que será enviado para o seu número de telefone.

Vale dizer que todos os documentos que são pedidos no cadastro não precisaram ser anexados no site, basta colocar o número que valida cada um. No entanto, não esqueça de imprimir os documentos que serão gerados depois que seu cadastro for finalizado.

Esteja sempre aprendendo

É muito importante estar buscando aprender cada dia mais sobre o universo do microempreendedor individual. Para isso, o Sebrae prepara sempre algumas dicas e ainda disponibiliza cursos gratuitos que podem ser bem interessante.

ANÚNCIO