Mercado da beleza procura se renovar em meio a crise para manter o negócio

ANÚNCIO

O mercado da beleza é uma área que vem crescendo cada dia mais. No começo de 2020 a Abihpec, Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosmético, e o Sebrae divulgaram que esse era uma ano onde muitas oportunidades de negócio nessa área iria surgir.

No entanto, eles não estavam contando com a crise que o país enfrentaria por vários meses. O estudo afirmava que pelo menos 1,5% do orçamento das famílias brasileiras seria destinado a produtos de beleza.

ANÚNCIO

Acontece que, depois de um longo período de isolamento social, eles perceberam que as vendas acabaram caindo. Exceto com os produtos de cuidados pessoais como skin care e hidratantes para o corpo. Ou seja, isso fez com que muitos negócios se reinventasse.

Mercado da beleza procura se renovar em meio a crise para manter o negócio
Fonte: (Reprodução/internet)

Continue por aqui e veja o que algumas empresas tiveram que fazer para se manterem firme no mercado mesmo em meio a uma crise econômica mundial.

A mudança dos serviços de beleza

Talvez o setor que mexe com serviço de beleza, como salão, barbearia ou clínica de procedimento estéticos, tenham sido os que mais foram atingidos durante essa pandemia. Isso porque os clientes não estavam podendo sair de casa neste período.

ANÚNCIO

De acordo com uma pesquisa divulgada pelo Sebrae 62% das micro empresas que trabalham na área da beleza tiveram que interromper o funcionamento por um tempo e 5% declararam que precisam encerrar definitivamente.

Então, percebe-se que eles precisaram se reinventar para conseguir continuar ativos. Muitos usaram as redes sociais para conseguir faturar pelo menos o necessário para pagar o aluguel e as contas que não pararam de chegar. Veja algumas estratégias que foram criadas:

  • Promoções pelas redes sociais, para serem usadas no pós pandemia;
  • Atendimento a domicílio;
  • Produção de dicas, também nas redes sociais.

O interessante é que essas mudanças podem ter agradado aos clientes e talvez algumas delas permanecem mesmo depois que a pandemia passe.

As marcas de beleza

As marcas de beleza resolveram se reinventar procurando estar mais próximo do seu público. Então, muitas delas fizeram alguma ação social junto com órgãos públicos e também alguns famosos.

Um exemplo de empresa que começou a fazer novos produtos foram a Natura e o Grupo Boticário, que produziram toneladas de álcool em gel para doar as Secretarias Estaduais, ou diretamente para as pessoas que se encontram em vulnerabilidade social neste momento.

Já a Always, que é uma marca conhecida por fazer produtos femininos da empresa P&G, doou mais de 150 mil reais para o laboratório de investigação médica da Fundação de Medicina da Universidade de São Paulo, que está procurando encontrar soluções para uma suposta vacina.

Uma reinvenção necessária

De uma forma ou de outra todos que estão envolvidos no setor da beleza procuraram uma forma de se reinventar e ao mesmo tempo continuar próximo do seu público. Por mais que algumas ações não gerem resultados imediatos, podem ajudá-las a se manter vivas do mercado.

Para ajudar nesse processo de reinvenção a equipe do Sebrae disponibilizou algumas dicas no site oficial da organização. A ideia foi pensada para ajudar pessoas que já trabalham com a beleza, mas não conseguiram encontrar soluções para manter suas portas abertas.

ANÚNCIO