O que a vida de Chadwick Boseman pode nos ensinar sobre ser líderes

ANÚNCIO

Como grande parte do mundo, fiquei chocado ao saber do falecimento do ator Chadwick Boseman, que foi muito elogiado por sua atuação em Pantera Negra, bem como em outros filmes de sucesso nos últimos anos.

Saber que ele passou os últimos quatro anos não apenas fazendo filmes que nos tocaram emocionalmente e nos inspiraram intelectualmente, mas também o fez entre a quimioterapia e uma cirurgia de grande porte, foi um choque. Isso nos mostra que ele realmente incorporou o seu próprio discurso – possuindo sua coroa como um líder em qualquer papel que ele estivesse desempenhando no set e em sua vida real fora do set.

ANÚNCIO

Sua dedicação em interpretar papéis de forma tão graciosa e poderosa enquanto mantém sua privacidade é algo que muitos atores de Hollywood não podem fazer sem alienar os fãs. Boseman, porém, conseguiu fazer isso e nos fazer repensar as narrativas a cada passo do caminho.

Existem tantas lições que podemos aprender com ele. Ser um empreendedor de sucesso significa não apenas criar algo que resista ao teste do tempo, mas também realmente causar um impacto e estimular conversas e mudanças significativas. Você não pode simplesmente confiar no talento – você tem que estar ciente das narrativas para as quais está contribuindo.

Portanto, aqui estão três lições importantes de liderança da carreira e da vida de Chadwick Boseman que todos os empreendedores podem incorporar.

ANÚNCIO
Spike Lee Pays Tribute to Chadwick Boseman and Recalls Working with Him in  Da 5 Bloods - Up News Info
Foto: (Reprodução/Internet)

1. Construir um navio grande o suficiente para mais de um homem

O trabalho em equipe cria excelência e contribuir para isso significa nunca ver uma função ou responsabilidade como muito grande ou muito pequena. Esteja ciente de quem está em sua equipe e como eles podem usar sua singularidade para ajudar a expandir seus negócios.

Li recentemente que Chadwick Boseman iria a testes para papéis coadjuvantes nos filmes em que estava trabalhando. Nem é preciso dizer que isso é incomum para atores principais em filmes de grande orçamento. Mas Boseman entendeu que desenvolver uma equipe forte que pudesse atuar como um todo importava tanto quanto seu próprio desempenho.

2. Inove indo fundo e não muito

O conceito de “inovação” é usado em demasia no empreendedorismo. Muitas empresas estão apenas mudando a embalagem e entregando o mesmo serviço, suporte e informações que todas as outras empresas. Inovação não significa reinventar a roda – é prestar atenção aos detalhes em que ninguém mais pensou.

Algumas das empresas que amamos inovaram ao incorporar esse traço. Pense na Apple, que com o iPhone colocou o mundo em nossos bolsos, ou mesmo no Netflix, que mudou a forma como consumimos filmes e televisão.

Prestar atenção aos detalhes era algo que Boseman conhecia da importância. Ryan Coogler, o co-roteirista e diretor de Black Panther, disse que Boseman costumava discutir falas e maneiras diferentes de adicionar profundidade a cada cena. O que se destacou para mim, porém, foi sua atenção aos mínimos detalhes.

Coogler diz que Boseman se preocupava com tudo, desde fantasias a práticas militares. Certa vez, ele disse a Coogler: “Os wakandenses têm que dançar durante as coroações. Se eles apenas ficarem lá com lanças, o que os separa dos romanos? ”

Esse nível de consciência é algo que todo empreendedor deve tentar incorporar. Pergunte-se verdadeiramente: O que nos separa dos demais?

3. Seja ousado o suficiente para mudar a caixa

Ser um empreendedor não significa encaixar tudo em uma caixa organizada e marcar as coisas em uma lista de tarefas pendentes. É redefinir a caixa para que os parâmetros possam ser alongados, para nunca mais voltar a ser o que eram antes.

Pode parecer que estou superestimando a importância do que os empreendedores podem criar, mas não são todos os empreendedores que trazem novas possibilidades apenas esticando nossa imaginação além do que pensávamos anteriormente?

Veja Também: Conheça os riscos de assumir uma empresa já formada

Toda a tecnologia que vemos agora, a evolução e a mudança que aconteceram em velocidades que não poderíamos ter previsto 20 anos atrás, é porque os empresários foram ousados ​​o suficiente para mudar a caixa.

É por isso que Chadwick Boseman foi tão amado em todos os seus papéis, desde interpretar Jackie Robinson, interpretar o padrinho da música soul James Brown e interpretar King T’Challa em Black Panther. Em cada papel, Boseman se destacou não apenas como ator, mas também como líder. Como empreendedores neste clima, agora mais do que nunca precisamos de menos imitadores e de mais líderes dispostos a avançar.

Traduzido e adaptado por equipe Autônomo Brasil

Fonte: Entrepreneur 

ANÚNCIO