Como parar a queda de cabelo urgente? Guia completo com 15 causas e soluções!

Dados relativos a estudo realizado pela Sociedade Internacional de Cirurgia e Restauração de Cabelo, de 2014, dão conta de que 50% das mulheres brasileiras com mais de 40 anos sofrem com queda de cabelo. No caso dos homens, o problema aflige 40% daqueles com idade superior a 35 anos, enquanto nas mulheres o índice na mesma idade é de 25%.

É preciso saber caracterizar o que é a queda de cabelo, uma vez que a perda de fios é normal em qualquer idade. Uma pessoa perde, em média, 120 fios de cabelo diariamente, o que não quer dizer que tenha problema de queda de cabelo. É um processo natural a perda de fios quando a pessoa manipula o cabelo, por exemplo, para penteá-lo.

Alguns fios de cabelo na escova não devem alarmar ninguém, mas quando esse processo é acentuado. Nesse caso, o problema é perceptível pela grande quantidade de fios no travesseiro, na roupa, na escova, na pia ou em qualquer lugar ou objeto com que se mantenha contato rotineiro.

Quais as causas e como parar a queda de cabelo?

vitamina para queda de cabelo feminino

Para que seja possível combater a queda de cabelo, é essencial que se identifique a causa.

Abaixo, as principais causas da queda de cabelo, acompanhadas do tratamento:

1 – Secadores e chapinhas:

Algumas pessoas têm cabelos frágeis e o uso sistemático desse expediente leva à queda.

Solução: reduzir o uso de chapinha e não aproximar o secador demasiadamente do cabelo, preservando a distância de 30 cm.

 

2 – Tencionamento:

O tencionamento do cabelo acontece quando as pessoas usam penteados como o rabo de cavalo, que fazem com que os fios quebrem e haja inflamação do folículo capilar.

Solução: esse tipo de penteado deve ser evitado, particularmente quando os cabelos estiverem molhados. Deve-se manter o cabelo o mínimo de tempo possível nessa condição tencionada.

 

3 – Banho quente:

A água quente tira o excesso de sebo do cabelo, que é responsável pela proteção do couro cabeludo, além de ressecar o cabelo, tornando-o quebradiço, fora o agravamento da ocorrência de caspas e seborreia.

Solução: use água morna.

 

4 – Uso de produtos químicos:

Chapinhas progressivas e produtos com concentrações elevadas de produtos químicos contribuem para a queda de cabelo.

Solução: evite essas práticas.

 

5 – Dietas pobres em nutrientes:

São causados pelas dietas pobres em vitamina B e C, minerais, sobretudo o ferro, proteínas e carboidratos.

Solução: é preciso mudar a dieta.

 

6 – Stress:

O stress faz com que o corpo consuma mais energia, precarizando a produção dos fios e fragilizando a raiz do cabelo. É uma das causas mais agressivas, que pode custar até 75% dos fios.

Solução: é preciso procurar ajuda médica pois o stress afeta outros tantos aspectos da sua vida.

 

7 – Alterações hormonais:

Menstruação e problemas nas glândulas endócrinas trazem desequilíbrio hormonal. Quando ele ocorre, o corpo deixa em segundo plano aspectos não prioritários, como a produção de fios de cabelo, cuja única função é proteger o coro cabeludo.

Solução: o tratamento é médico, à base de reposição hormonal. No caso da menstruação, o ideal é recorrer a uma dieta rica em ferro durante esses períodos.

 

8 – Alopecia androgenética:

Trata-se de uma predisposição, de caráter hereditário, para a queda de cabelo. É a causa da calvície, que se manifesta já a partir dos 18 anos.

Solução: nesse caso, a única solução é o implante.

 

9 – Pós-parto:

O problema de queda de cabelo é sazonal, consequência do desequilíbrio hormonal experimentado nesse período.

Solução: não se preocupe, pois a queda de cabelo irá embora com o fim do ciclo pós-parto.

 

11 – Alopecia areata:

É uma doença que acomete jovens, particularmente os com menos de 20 anos, caracterizada pela queda localizada.

Solução: aplicação de cremes e/ou injeções de corticoides.

 

12 – Doenças:

A anemia, doenças virais e bacterianas afetam o sistema imunológico e limitam a produção de fios de cabelo.

Solução: combatidas e erradicadas as doenças, o problema da queda de cabelo cessa.

 

13 – Tabagismo:

Fumar inibe a irrigação do couro cabeludo e à consequente queda no fluxo de nutrientes.

Solução: evite o tabagismo e, com isso, evitará outros tantos problemas.

 

14 – Envelhecimento:

A queda de cabelo é um processo natural, causado pela perda do couro cabeludo e a nutrição necessária a produção dos fios.

Solução: alimentação rica em minerais e demais nutrientes e atenção às dicas acima podem atenuar esse processo.

 

15 – Remédios:

Antidepressivos, anti-hipertensivos, antibióticos e anabolizantes são remédios que afetam o sistema nervoso e fragilizam o sistema capilar.

Solução: comunique o problema ao médico, que poderá mudar o medicamento.

 

Considerações finais:

Tirando os itens de 1 a 4, onde a prevenção à queda de cabelo passa pelo bom senso e mudança de algumas práticas, nos demais casos, sendo percebido o problema, a solução mais correta é procurar o médico, de modo a que a causa seja corretamente identificada, com o consequente uso do tratamento correto.

Leia também:

 

Vídeo | Tratamento caseiro para queda de cabelo com banana

https://youtu.be/z3_wry-ldbQ

Participe! Deixe abaixo seu comentário:

       

Deixe um comentário

*