Por que o treinamento de liderança é importante

ANÚNCIO

Neste novo mundo do trabalho, onde muitos de nós somos desafiados a trabalhar e liderar remotamente e não podemos mais separar nossa vida profissional da vida doméstica, a forma como nossos líderes aparecem é ainda mais importante.

Um bom líder, em sua essência, reúne seu pessoal para dirigir em direção a um objetivo comum. Sem liderança, todos no barco remarão desordenadamente em várias direções, acabando por não chegar a lugar nenhum. As organizações não podem mais perder tempo e recursos valiosos indo a lugar nenhum.

ANÚNCIO

Quando os orçamentos ficam apertados e uma organização precisa ficar enxuta, investir no treinamento de seus gerentes costuma ser uma das primeiras opções. Os gerentes são esticados tentando fazer mais trabalho com menos pessoas, enquanto também tentam aprender como envolver, conectar e liderar seu pessoal remotamente.

Gerenciar neste novo mundo é mais difícil do que nunca, e a maioria dos gerentes – aproximadamente um em cada dez – não tem naturalmente as ferramentas e habilidades para liderar com sucesso.

Se 90% dos gerentes não estão devidamente equipados para liderar, o que podemos fazer?

ANÚNCIO

Vá até a raiz do problema e mude essa proporção ajudando seus gerentes a desenvolver as habilidades necessárias para serem grandes líderes. Vou abrir a cortina aqui e compartilhar a metodologia que usamos ao ajudar os gerentes a construir hábitos de liderança sólidos.

1. Aprenda as habilidades essenciais.

Ensine a seus líderes as habilidades essenciais de gerenciamento. Nós nos concentramos em quatro habilidades simples, mas difíceis de implementar: ouvir com intenção e atenção, fazer perguntas poderosas, dar e receber feedback e manter conversas críticas.

É fundamental garantir que seus líderes saibam por que essas habilidades são importantes e como elas os tornarão líderes mais eficazes. Este é o contexto, a razão pela qual seus líderes continuarão prestando atenção e comprando no trabalho. A maioria dos treinamentos passa 90% do tempo aqui. Não caia nessa armadilha. Gaste 10% do seu tempo na construção de conhecimento. Não leva à ação.

2. Aplique seu aprendizado.

A etapa mais importante do processo ocorre quando os líderes colocam seu aprendizado em ação. É onde os líderes têm a chance de praticar, ver o que funciona e o que não funciona e fazer ajustes para melhorar. A maioria dos programas de treinamento de gestão não gasta quase tempo suficiente nesta fase prática.

A prática deliberada é uma parte essencial da formação de qualquer novo hábito, portanto, certifique-se de reservar um tempo para as pessoas colocarem esse aprendizado em ação em jogos de papéis com colegas e em situações da vida real com sua equipe. É aqui que o crescimento realmente acontece.

Arquivos Listas - Br24 Blog - Dicas e novidades sobre Bitrix24 e  Transformação Digital
Foto: (Reprodução/Internet)

3. Reflita e dê feedback.

Quando tentamos uma nova habilidade com um membro da equipe e o tiro sai pela culatra ou é doloroso ou constrangedor, podemos dizer: “Bem, isso não funcionou.” Mas esse momento crucial de desconforto é na verdade sua oportunidade de aprender. O que funcionou? O que não funcionou? Por que não funcionou?

Veja também: Não há problema em se sentir cansado

A reflexão responsabiliza os líderes por fazer o trabalho e oferece aos líderes a oportunidade de codificar seu aprendizado e fazer ajustes para a próxima vez. O modelo aprender-aplicar-refletir foi projetado para ajudar seus líderes a colocar novas habilidades em ação e construir hábitos de longo prazo.

Agora é a hora.

O futuro do trabalho está mudando, obrigando as empresas a serem mais criativas e ágeis. Para se mover rapidamente, pivotar em uma nova direção e atender às demandas do mercado, as empresas devem capacitar seus gerentes para aprender a liderar de maneiras diferentes. Quando você não vê fisicamente seus funcionários todos os dias, você precisa de líderes que sejam treinadores qualificados, não apenas gerentes de tarefas.

Para sobreviver e prosperar, você precisa de uma equipe motivada e comprometida; colaborando e inovando em todos os níveis. Uma equipe de alto desempenho pode ser a diferença entre ser um dinossauro que logo se extinguirá e ser ágil e inovador. Seus gerentes estão preparados para liderar sua empresa para o futuro?

Traduzido e adaptado por equipe Autônomo Brasil

Fonte: Forbes

ANÚNCIO