Quando sua empresa passa por mudanças, envolva seus funcionários no processo desde o início

ANÚNCIO

Se há uma constante nos negócios, é esta: a mudança é inevitável.

Nada permanece igual para sempre e as organizações podem enfrentar mudanças em várias áreas: a estrutura do negócio, processos individuais e esforços para cumprir as regulamentações governamentais. Frequentemente, as mudanças organizacionais ocorrem como resultado de forças externas, como regulamentações ambientais, novas leis estaduais ou uma diretiva federal, como a Lei de Cuidados Acessíveis.

ANÚNCIO

Assim como a mudança é inevitável, o mesmo ocorre com a resistência à mudança. Embora o gerenciamento de mudanças pareça diferente para cada empresa, aqui estão algumas diretrizes que os líderes devem seguir para ajudá-los a navegar com eficácia:

Os líderes devem priorizar a comunicação das mudanças o mais cedo possível. Os líderes empresariais devem acompanhar o ritmo do ambiente regulatório para que as mudanças não sejam uma surpresa completa.

Assim que uma nova lei for aprovada ou um novo regulamento aprovado, a administração da empresa deve compartilhar informações diretamente com os funcionários.

ANÚNCIO

Uma vez que os gerentes recebam suas orientações sobre como se adaptar às novas necessidades de compliance, eles devem sentar-se com membros de sua equipe para que saibam como seu trabalho diário será afetado e como a empresa os preparará para isso.

Os líderes nunca devem esperar até o último minuto para começar a preparar a força de trabalho para mudanças externas. Quanto mais cedo os funcionários estiverem envolvidos, melhor.

Se os funcionários precisarem ser treinados em novos processos, comece o treinamento cedo. Alguns líderes param no treinamento de última hora, o que pode fazer com que os funcionários sofram de extrema ansiedade – e levar a extrema resistência.

Trabalhe com a maior antecedência possível e crie um ambiente que mostre que todos – liderança, gerência e funcionários – estão todos no mesmo barco por causa dos turnos.

Se a mudança for estratégica, os funcionários não terão nenhuma instituição externa para culpar. Quando as mudanças vêm da liderança, a resistência e as atitudes inadequadas dos funcionários podem ser direcionadas (e terão maior impacto sobre) gerentes e líderes.

9 Disciplines of Every Successful Entrepreneur - Fearless Motivation
Foto: (Reprodução/Internet)

Uma excelente maneira de mitigar reações potencialmente negativas é envolver os funcionários no processo de tomada de decisão, em vez de impor-lhes mudanças meses depois.

Compartilhe a visão da empresa para a mudança e reúna a opinião dos funcionários. Deixe os funcionários fazerem perguntas e fornecerem feedback. Dar voz aos funcionários na mudança organizacional ajuda a criar uma adesão para a transição.

Os líderes nunca devem ignorar indivíduos que são resistentes à mudança. Negligenciá-los só vai piorar as coisas.

Ver também: Ser ativo começa no escritório

Os resistentes terão os ouvidos dos membros da equipe e suas atitudes e comportamentos podem se espalhar. Lidar com a resistência diretamente não apenas ajuda a contê-la, mas também permite que os gerentes orientem os membros da equipe em meio a seus medos em torno da mudança.

Navegar na mudança nunca é tão simples quanto parece. Os líderes devem sempre ter em mente que os funcionários são seres humanos e têm sentimentos reais sobre a mudança. Envolver os funcionários desde o início e criar um plano pode ajudar a mitigar a resistência e garantir que a mudança resulte em sucesso para a empresa.

Traduzido e adaptado por equipe Autônomo Brasil

Fonte: Entrepreneur 

ANÚNCIO