Seu Hobby tem potencial de negócios? Veja como saber

ANÚNCIO

Se você é como a maioria das pessoas, tem pelo menos um hobby que o mantém ocupado e o ajuda a se divertir fora do horário de trabalho. Você pode praticar marcenaria, pintar arte abstrata, melhorar sua flexibilidade com ioga ou mapear os padrões das estrelas no céu noturno.

Com sua mentalidade empreendedora, é tentador pensar que existe uma maneira de ganhar dinheiro com esse hobby, além de trazer diversão pessoal. Mas seu hobby realmente tem potencial de negócios? Você pode se surpreender ao saber a resposta.

ANÚNCIO

Opções de monetização

Para um negócio ter sucesso, ele precisa ter uma maneira de ganhar dinheiro. Mesmo que você esteja perseguindo isso principalmente por causa de sua paixão, ainda precisará de um fluxo de receita para compensar seus custos e manter o negócio funcionando.

Conseqüentemente, você precisará de alguma forma de “monetizar” seu hobby. Existem algumas opções possíveis aqui:

  • Produção. Uma das opções mais simples para passatempos que envolvem produção física é vender os produtos físicos que você cria. Você pode vender sua arte, seu artesanato e suas estruturas por um preço que excede seus custos. Graças à prevalência de plataformas online, esta é uma opção muito popular: existem 2,1 milhões de vendedores apenas no Etsy.
  • Visualização / leitores. Você também pode ganhar dinheiro apenas atraindo um número suficiente de leitores ou visualizações. Produzir conteúdo de blog ou streams de vídeo regulares sobre seu hobby pode ser seu caminho para um público constante; a partir daí, você pode monetizar sua prática com patrocínios, links de afiliados e publicidade.
  • Educação. Mesmo que os outros caminhos não dêem certo, pode haver um caminho para a monetização, educando as pessoas sobre como se envolver com seu hobby. Você pode cobrar por aulas, sessões de coaching privadas ou seminários em grupo; o único pré-requisito é um nível de habilidade suficiente.
  • Estas são apenas algumas idéias e pode haver maneiras mais criativas de monetizar seu hobby. No entanto, o resultado final é que você precisará encontrar uma maneira confiável de gerar receita. Isso é possível para quase todos os hobbies, mas é mais promissor para alguns hobbies do que outros.

Depois de aprender que um fluxo de receita é possível, você precisará considerar se pode ser substancial o suficiente para justificar a existência da empresa.

Demografia alvo e interesse do consumidor

Infelizmente, só porque você é bom no seu hobby, não significa que as pessoas estarão interessadas em vê-lo praticá-lo (ou em comprar seus produtos). Antes de ficar muito animado com seus clientes em potencial, é importante pesquisar seus dados demográficos-alvo e avaliar o interesse do consumidor.

ANÚNCIO

Quantas pessoas estariam interessadas neste hobby? Quantas pessoas estão comprando produtos como os que você está fabricando? De acordo com a CB Insights, 42% das startups falham simplesmente porque não há necessidade de mercado. Mais tarde, à medida que concretizar sua ideia de negócio, você precisará responder a perguntas como “Quem são meus dados demográficos-alvo?” e “Como posso vender para eles?”

Análise de competição

Você não é a única pessoa que aspira transformar seu hobby em um negócio completo. Provavelmente, já existem centenas, milhares ou mais pessoas que fazem o que você faz e já ganham dinheiro com isso. Se você quiser uma fatia do bolo, precisará de alguma forma para se diferenciar da concorrência.

O que torna sua marca única? Os clientes estariam dispostos a pagar mais por sua abordagem ou prefeririam seus produtos aos de seus concorrentes? Uma análise competitiva completa é necessária aqui.

Lenovo Yoga 730 Specs and Latest Deals 2020 | Itechguides.com
Foto: (Reprodução/Internet)

Custos e lucratividade

Em seguida, você precisará pensar sobre seu modelo financeiro. Quais serão as suas despesas e qual é a sua lucratividade potencial? Para alguns hobbies, como praticar ioga ou tocar música, os custos recorrentes são minúsculos. Para outros, como marcenaria ou pintura, você precisará calcular cuidadosamente os custos de seus suprimentos e os preços que os clientes estariam dispostos a pagar.

A partir daí, você também desejará mapear o potencial de crescimento de seu negócio em potencial. Em outras palavras, quais caminhos você tem para aumentar sua receita ao longo do tempo e, ao mesmo tempo, reduzir custos e minimizar o tempo que você pessoalmente precisa para investir? Você consegue encontrar uma maneira de expandir seus negócios? Essa é uma meta importante para você?

Veja também: Como dimensionar seu blog como uma Startup

A morte de um hobby

Antes que você fique muito animado com a perspectiva de transformar seu hobby em um negócio, uma palavra de advertência: converter um hobby em um negócio pode significar alguma perda do prazer que você obteve do hobby originalmente. Assim que você começar a pensar nessa tarefa como um emprego, sua relação com a atividade vai mudar – e provavelmente para pior.

Além disso, você pode ser forçado a pensar sobre seu hobby, ou praticá-lo de uma maneira diferente do que está acostumado. Alguns empreendedores não estão dispostos a fazer essa transição.

Obviamente, transformar seu hobby em um negócio é mais complexo do que este artigo sugere. Você ainda precisará montar um plano de negócios, garantir financiamento (se precisar do capital inicial) e estabelecer uma marca para si mesmo. Mas saber que seu hobby tem potencial como ideia de negócio é o melhor começo possível.

Traduzido e adaptado por equipe Autônomo Brasil 

Fonte: Entrepreneur 

ANÚNCIO